Cirurgia de varizes a laser: o que é e quando fazer

cirurgia de varizes a laser

Foto: Casa de Saúde da Boavista

Uma das opções menos invasivas e que oferecem um resultado excelente para quem sofre com varizes é a cirurgia de varizes a laser.

Além do cansaço que as varizes causam, sintomas como inchaço, vermelhidão, dor e queimação, indicam a necessidade de se procurar um anfibologista, para que sejam tomados os cuidados necessários.

Acompanhe esse post e saiba por que esse método é um dos mais indicados.

Por que optar pela cirurgia de varizes a laser?

O principal motivo da cirurgia de varizes a laser ser bastante indicada é a sua rápida recuperação.

A cirurgia de varizes a laser se faz através da inserção de uma microfibra ótica, com espessura de um fio de nylon, na veia afetada.

Com o recurso do ultrassom doppler intraoperatório, é possível visualizar tudo que ocorre durante o procedimento e assim manter domínio sobre o raio que é disparado de maneira intravenosa.

Na cirurgia a laser, a anestesia ou sedação é local, o paciente pode receber alta no mesmo dia e retornar às suas atividades em 24 horas.

Como é feita a cirurgia de varizes a laser

A cirurgia pode ser feita com dois tipos de laser: o transdérmico, para intervenções superficiais, e o endovascular ou endovenoso, para intervenções profundas.

O laser transdérmico serve para veias menores ou na fase inicial. Já o endovascular ou endovenoso serve para termoablação, ou seja, o fechamento definitivo da veia doente.

Para entender melhor como isso funciona, é importante saber que nos membros inferiores há 3 sistemas venosos: o superficial, o profundo e o perfurocomunicante, que liga os dois primeiros.

O sistema superficial se responsabiliza por 10% do retorno venoso e o sistema profundo fica responsável por 90%. Isso quer dizer que cuidar das varizes é bem mais que uma questão estética.

As varizes podem ser resultado de um problema no retorno venoso e precisam ser tratá-las pela saúde do paciente também. Por isso, é de extrema importância investigar as causas do surgimento das varizes.

Sendo assim, antes de recorrer a tratamentos alternativos, é necessário consultar o cirurgião vascular e fazer uma avaliação adequada. Identificar doenças geradoras das varizes é essencial, do contrário, outras surgirão inevitavelmente no futuro.

Para vasinhos minúsculos pode ser necessário recorrer a várias sessões de tratamento a laser ou verificar a conveniência de optar pela microcirurgia.

Cuidados após a cirurgia a laser

A pessoa que se submete a este tipo de tratamento não necessitará de longos períodos de repouso, portanto há redução significativa do risco de trombose e infecção.

Já para atividades físicas mais pesadas o retorno pode ser gradual a partir de uma semana.

Independentemente do tipo de procedimento, incluindo a cirurgia de varizes a laser, tome alguns cuidados como:

  • Dormir com as pernas em posição superior ao corpo, aliviando o inchaço;
  • Elevar as pernas sempre que possível
  • Repousar nos primeiros dias e evitar pegar peso;
  • Evitar esforços e escadas até o 7º dia;
  • Usar meias de compressão, que ajudam o sangue a subir para o coração.

Como evitar varizes após a cirurgia

Mesmo que não seja possível evitar por completo o aparecimento de varizes, com a adoção de medidas simples, esse risco pode ser reduzido consideravelmente, evitando várias complicações.

Pessoas que passaram pelo problema, e pela cirurgia, devem ter alguns cuidados para evitar o surgimento (ou retorno) das varizes. São eles:

  • Praticar exercícios físicos que promovem estímulo da circulação, como caminhadas, hidroginástica, pilates, bicicleta e alongamento;
  • Andar descalço com certa frequência permite que as veias e os músculos da perna movimentem o sangue para o coração com maior facilidade;
  • Dormir com os pés para cima com o tornozelo sobre um travesseiro ou elevando os pés da cama com um calço;
  • Fazer uma alimentação balanceada, com mais fibras e pouco sal; 
  • Beber no mínimo dois litros de água por dia;
  • Preferir calçados com pequena elevação, aos saltos altos;
  • Manter um peso saudável;
  • Optar por roupas e meias confortáveis;
  • Intercalar os períodos de imobilidade, estimulando a circulação com pausa para se movimentar.

Por ser muito eficaz, a cirurgia de varizes a laser ainda permite que a pessoa possa aproveitar o melhor do verão. Pois além de ser um problema de saúde, as varizes também inibem o uso de bermudas, biquínis e demais roupas curtas.

Conclusão

Se você foi orientado a se submeter a cirurgia de varizes a laser e ainda estava inseguro, provavelmente tenha se tranquilizado sabendo que é um procedimento simples, não invasivo e que oferece o resultado esperado pelos pacientes,

No entanto, para que o resultado seja de fato satisfatório, é indispensável que as orientações médicas sejam atendidas.

Para quem quer ter as pernas bonitas, saudáveis e livres de dor ou desconfortos, o esforço vale a pena.

Sendo assim, não é demais lembrar que o repouso e o uso de meias de compressão disponíveis no site da Maconequi, são imprescindíveis para que você fique satisfeito com sua cirurgia de varizes a laser.

Blog feito com o objetivo de democratizar o conhecimento sobre varizes, como evitar e como tratar esse problema.
Post criado 27

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo