mulheres grávidas com inchaço nas pernas

Pernas inchadas durante a gravidez e o uso de meias de compressão

É normal que as gestantes fiquem com os pés e pernas inchadas durante a gravidez, pois seus corpos passam por inúmeras mudanças. 

Fatores como um maior volume de sangue no corpo, dificuldades no retorno venoso por  causa do peso do bebê, alterações hormonais que fragilizam as paredes dos vasos sanguíneos, etc, fazem que exista uma maior propensão da mulher reter líquidos e ficar inchada durante a gestação.

E para ajudar com as pernas inchadas na gravidez, muitas gestantes usam meias de compressão. Porém, antes de comprar a sua, saiba mais sobre o assunto acompanhando este nosso novo artigo.

Boa leitura!

As causas das pernas inchadas durante a gravidez

É normal ficar com os pés e pernas inchadas durante a gravidez. O problema começa por volta dos 6 meses de gestação e vai aumentando até a hora do parto. 

Durante a gravidez, o útero vai aumentando o seu volume devido às alterações hormonais, e no terceiro trimestre, por causa do crescimento do feto, ele acaba provocando uma compressão nas veias do abdômen o que dificulta a circulação do sangue nas pernas. Com isso, pés e pernas começam a ficar inchados, principalmente no final do dia.

Outro fator que causa o inchaço durante a gravidez, é a retenção de líquidos e a propensão que algumas mulheres têm para o desenvolvimento de varizes por causa da elevada concentração sanguínea do hormônio progesterona. 

Por fim, temos também o ganho excessivo de peso durante a gestação e até mesmo o clima quente que pode influenciar e contribuir para o inchaço das pernas e pés. 

Como evitar os pés e pernas inchadas na gravidez 

Existem algumas dicas simples que podem ajudar a controlar o inchaço dos pés e pernas e entre eles podemos citar:  

  • Controle do consumo de sal;
  • Prática de atividades físicas recomendadas pelo médico; 
  • Sessões de drenagem linfática;
  • Utilização de cosméticos específicos;
  • Alimentação equilibrada;
  • Ingestão adequada de líquidos; 
  • Repouso;
  • Uso de meias de compressão para gestantes.

O uso das meias de compressão para gestantes

Entre todas essas medidas, o uso de meias de compressão é uma das mais eficazes, porém seu uso não deve ser feito de forma arbitrária, ou seja, sem a indicação média. 

O correto é que a meia seja recomendada pelo médico, pois só ele saberá dizer com precisão qual nível de compressão que deverá ser usado, já que as meias elásticas são divididas em três níveis principais de compressão:

  • Meias de suave compressão (15-20mmHg);
  • Meias de média compressão (20-30mmHg); e
  • Meias de alta compressão (30-40 mmHg).

Caso você escolha uma meia com a compressão menor do que o necessário, ela pode não surtir o efeito desejado. Por outro lado, se a compressão for maior, outros problemas podem aparecer. 

No mais, são vários os modelos de meias de compressão para gestantes, desde as que cobrem apenas a panturrilha, até a meia calça com um tamanho especial para acomodar a barriga. Mas geralmente, as meias até o joelho, ou seja, as meias 3/4, são mais que suficientes para a maioria das gestantes.

Já a maneira correta de usá-las é vesti-las pela manhã, antes de o inchaço aparecer (que geralmente é no decorrer do dia) e ficar o máximo de tempo com elas, preferencialmente até a hora de dormir. 

Outros cuidados 

Vale lembrar que alguns medicamentos podem causar inchaço nos pés e nas pernas como efeito colateral durante a gravidez. Por isso, só tome medicamentos com indicação médica. 

E, se surgirem outros sintomas além das pernas e pés inchados, como formigamento, dor na nuca, ganho de peso excessivo ou dificuldade para movimentar os dedos das mãos, deve-se procurar o médico imediatamente.

Post criado 10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo