Quais são as principais causas de dor nas pernas?

principais causas de dor nas pernas

A dor nas pernas pode surgir a partir de várias situações diferentes. Algumas são bem comuns enquanto outras podem precisar ser analisadas por um médico, como no caso do surgimento de varizes a partir da má circulação sanguínea, por exemplo.

Alguns dos principais fatores que causam dor na perna podem ter a ver com:

  • músculos ou tendões;
  • problemas ortopédicos;
  • nervo ciático;
  • alterações na coluna cervical;
  • má circulação sanguínea; ou 
  • dor do crescimento.

Para entender melhor como isso acontece, continue acompanhando nosso artigo!

Fatores que podem causar dor nas pernas

Músculos 

Muito comum a dor nas pernas ter relação com uma dor muscular após atividades físicas muito intensas e prolongadas. Mas esse tipo de dor também pode afetar sedentários, fazendo com que surja a sensação de cansaço nas pernas.

No caso de quem não faz atividade alguma, a dor surge justamente pela falta de alongamento do músculo. Isso faz com que qualquer esforço físico repentino cause dores e estas podem piorar conforme movimentamos as pernas.

As cãimbras também têm origem muscular e costumam surgir durante a noite como resposta ao esforço físico do dia. É muito comum em mulheres durante a gravidez também, devido ao esforço para suportar o peso da barriga.

Tendões

Apesar da panturrilha também ser um músculo, uma das dores mais fortes que pode afetá-la tem a ver com a ruptura de um tendão que está diretamente ligado à essa parte da perna: o tendão de aquiles.

É possível ouvir quando há uma ruptura neste tendão e a pessoa sente dificuldade para andar imediatamente. Além da dor, há uma pressão forte na parte detrás do tornozelo e também na perna.

Na maioria das vezes, quando há uma ruptura no tendão de aquiles, a cirurgia é a melhor opção para reparar o dano. Outras dores menos graves na região podem ser tendinite ou síndrome compartimental, ambas decorrentes da atividade física intensa.

Problemas ortopédicos

As dores nas pernas pode ser devido à problemas nas articulações. Afetando principalmente os idosos, a artrite ou artrose são causas comuns. O principal sintoma é a rigidez na área afetada pela dor nas articulações nos primeiros 15 minutos do dia.

Essa dor reduz quando há repouso e pode piorar quando há algum esforço. Talvez ela não afete a pessoa todos os dias, mas é preciso ficar atento aos sinais: se há deformidade nos joelhos pode ser artrose e se a pele estiver avermelhada, inchado e quente pode ser artrite.

Dores no joelho, no quadril ou até mesmo uma diferença no comprimento das pernas podem surgir após uma queda. Em todos os casos, recomenda-se que procure um ortopedista.

Nervo ciático

Se a dor nas pernas vem de uma pontada ou choque no fundo das costas, pode ser que essa ela tenha a ver com alguma alteração no nervo ciático. Essa dor afeta também os glúteos, a parte detrás da coxa e da perna, o tornozelo e o pé.

Essa dor afeta com mais frequência quem tem hérnia de disco, esporão ósseo na coluna vertebral ou estenose espinhal. A sensação de fraqueza e formigamento nas pernas também podem surgir como sintomas da dor no ciático.

A maioria dos casos se resolve em algumas semanas com tratamentos não-operatórios, mas quem tem ciática severa com uma fraqueza significativa não só na perna, como no intestino e na bexiga, podem precisar de cirurgias.

Alterações na coluna vertebral

Pode acontecer da movimentação da coluna agravar alguma dor nas pernas. Caso isso aconteça, pode ser devido a lesões nas vértebras, como a hérnia de disco, estenose espinhal e espondilolistese.

Como já falamos anteriormente, tanto a hérnia de disco quanto a estenose espinhal causam dores que irradiam para as pernas. Isso também acontece no caso da espondilolistese, em que a dor é uma sensação de peso na lombar e alivia durante o repouso.

A estenose espinhal e a espondilolistese ainda causam dor ao caminhar e dormência. No caso da estenose espinhal, a dor só alivia ao sentar ou inclinar o tronco para a frente, mas a sensação de dormência pode prevalecer.

Má circulação sanguínea

A dor devido à má circulação sanguínea nas pernas atinge principalmente idosos, mas também pode acontecer com pessoas que costumam passar muito tempo em pé ou sentada na mesma posição.

Sem o movimentos das pernas, o sangue não é bombeado direito, dificultando o retorno para o coração. Se não for cuidado, esse problema pode causar pés e tornozelos inchados e com uma coloração arroxeada, ou até mesmo desenvolver uma trombose.

A trombose é quando um pequeno coágulo interrompe uma parte da circulação das pernas. Outros fatores que podem influenciar no surgimento dessa doença são o uso de anticoncepcional sem orientação médica ou após alguma cirurgia.

Dor do crescimento

Se a queixa de dor na perna vem de uma criança ou adolescente, é bem provável que seja causada pela dor do crescimento. Essa dor surge quando o crescimento ósseo é mais rápido que o crescimento muscular. 

A dor do crescimento não é grave e costuma surgir entre os 3 e 10 anos de idade, ou quando acontece aquele crescimento repentino do adolescente. As queixas podem surgir antes de dormir ou após alguma atividade física.

A dor geralmente se localiza próximo ao joelho ou chega a afetar toda a perna, até o tornozelo. Em casos raros, as dores afetam também os braços e a cabeça. Mesmo não sendo uma doença grave, é recomendado consultar um pediatra.

O que fazer para aliviar a dor nas pernas?

As recomendações podem ser diferentes dependendo da origem da dor nas pernas. Em alguns casos, como problemas nas articulações ou má circulação do sangue, apenas a orientação de um médico pode ajudar de forma mais efetiva.

Ainda assim, segue algumas dicas que podem pelo menos aliviar a dor nas pernas:

  • evitar grandes esforços físicos, principalmente se as dores vierem do ciático;
  • repousar com as pernas elevadas por 30 minutos, isso ajuda na circulação sanguínea e reduz a sensação de cansaço nas pernas;
  • compressa gelada por 10 minutos no caso de tendinites e dor do crescimento;
  • uso de meias de suave compressão (meias de média e forte compressão somente com prescrição médica) no caso de sensação de cansaço nas pernas;
  • compressa quente por 15 minutos para as dores nas articulações.

Se as dores não diminuírem ou persistirem mesmo depois de seguir as dicas acima, não deixe de procurar um médico.

Blog feito com o objetivo de democratizar o conhecimento sobre varizes, como evitar e como tratar esse problema.
Post criado 19

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo