Quais são os tipos de varizes? Descubra agora!

tipos de varizes

As varizes são veias dilatadas e tortuosas que afetam as pernas e os pés. E como já falamos aqui, para algumas pessoas, elas não passam de uma preocupação estética, mas para outras elas podem ser sinônimo de dor, desconforto e trazer um risco maior de doenças circulatórias.

Por isso, é importante saber quais são os tipos de varizes existentes e como tratá-las de forma adequada, pois cada uma delas requer um tipo de tratamento específico.

Então, se você também pensava que varizes são todas iguais e tem interesse em conhecer quais são os principais tipos de varizes e suas diferenças, acompanhe este post que preparamos especialmente para você. 

Boa leitura!

Tipos de varizes

Varizes tronculares

São varizes calibrosas, fazem saliência na pele e indicam a dilatação dos troncos venosos

Nestes casos é possível que ocorram complicações como trombose venosa profunda e as flebites que se caracterizam como cordões vermelhos e dolorosos.

Esse tipo é o mais perigoso, já que impacta de forma direta na formação de trombos (coágulos) no interior das veias, o que dificulta o sistema circulatório. Por isso, é essencial fazer o acompanhamento com um especialista. 

Varizes reticulares

As varizes reticulares são aquelas que têm menos de 4 mm. Elas geralmente têm uma coloração esverdeada ou azulada. Podem surgir em diversas regiões do corpo, como pernas e face. 

Mesmo sendo menores, podem gerar complicações, principalmente nas pessoas idosas, se o tratamento adequado não for realizado. 

Varizes aranhas vasculares

As aranhas vasculares têm coloração avermelhada e tem um tamanho reduzido quando comparado às anteriores. São chamadas também de “vasinhos” e tem um aspecto semelhante às teias de aranhas, o que costuma trazer um desconforto estético para o paciente.

Classificação internacional das varizes

Além disso, existe uma classificação internacional de varizes que permite explicar porque cada uma delas ocorre e seus sintomas. É a chamada classificação CEAP, onde:

  • C é referente aos sinais clínicos das varizes;
  • E é relacionado com a causa (etiologia);
  • A é onde se encontram;
  • P está relacionado à significa fisiopatologia, ou seja, os seja os mecanismos pelos quais se originam.

A parte mais usada da classificação de CEAP é o C, ou seja, o “clínico”, que tem sete categorias, de 0 a 6.

Classificação clínicaCaracterísticas
C0Sem sinais visíveis ou palpáveis de doença venosa.
C1Telangiectasias e/ou veias reticulares.
C2Veias varicosas.
C3Veias varicosas mais edema.
C4aHiperpigmentação ou eczema
C4bLipodermatoesclerose ou atrofia branca
C5Úlcera venosa cicatrizada
C6Úlcera ativa
Classe SSintomático – dor, sensação de aperto, irritação da pele, sensação de peso, cãibras musculares, outras queixas atribuíveis a disfunção venosa
Classe AAssintomático

Esses são os tipos de varizes e conhecê-los é fundamental para a escolha do tratamento mais adequado. E, como tudo que se refere à saúde, a prevenção é sempre a melhor estratégia, por isso procure um médico especialista caso apresente sintomas tais como inchaço, dor e cansaço nas pernas e pés.

Por fim, saiba que se precisar usar meias de compressão, não deixe de conferir as diversas opções que a Maconequi oferece. Com certeza lá você irá encontrar a meia de compressão que procura. 

Blog feito com o objetivo de democratizar o conhecimento sobre varizes, como evitar e como tratar esse problema.
Post criado 28

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo